MP SÓ REDUZ PENSÃO DO SEGURADO DO INSS

Por Ribamar Oliveira

Uma leitura atenta da Medida Provisória 664, editada no fim do ano passado, mostra que os trabalhadores da iniciativa privada e os servidores da União terão regras diferentes para a pensão por morte, contrariando uma tendência que vem desde 1998, no sentido da harmonização e da uniformidade das normas do Regime Geral da Previdência Social (RGPS) e dos Regimes Próprios dos Servidores Públicos. Os segurados do INSS serão os únicos que terão o valor do benefício reduzido.

 

Leia mais...

SEGURO-VIAGEM

GARANTA A TRANQUILIDADE DE SUAS FÉRIAS

O seguro-viagem oferece várias opções de coberturas e preços e é um dos itens obrigatórios para quem quer fugir dos imprevistos desagradáveis nas férias.

 

Leia mais...

SEGURO AJUDA NO PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Seguro transforma em prestações o risco financeiro de eventos extraordinários; mas é preciso cautela, para contratar apenas coberturas necessárias.

Por Equipe InfoMoney

SÃO PAULO - Uma das principais causas que levam as pessoas a se atolarem em dívidas é a falta de planejamento. Mas, em outros casos, somos surpreendidos por gastos considerados extraordinários, com saúde, por exemplo, ou com a perda de um emprego, que acabam nos levando a atrasar contas e levantar dívidas.

Vale notar, contudo, que, apesar do nome, os gastos extraordinários podem ser planejados. É isso mesmo. Se você avaliar o seu padrão de gastos, em um horizonte de 6 a 12 meses, certamente conseguirá identificar que uma parcela relativamente constante do seu orçamento é direcionada para o que chamamos de gastos extraordinários.

Seguro não elimina reserva de emergência
Diante disto, cabe a você incluir estes gastos no seu planejamento orçamentário, se quiser evitar surpresas. Caso você venha a não incorrer nestes gastos, pode direcionar a parte do orçamento que estava alocada para eles para investimento. Desta forma, consegue finalmente dar início à sua reserva de emergência.

 

Leia mais...

Previdência

Construir um futuro tranquilo deve ser prioridade em sua vida.

PREVIDÊNCIA PRA QUÊ?

O sistema de previdência social não será suficiente para garantir seu sustento no futuro. A opção é fazer um plano complementar.
Se você está começando a dar os primeiros passos na carreira, tem de se preocupar desde já com o futuro. O valor máximo para a aposentadoria paga pelo governo é de 6,6 salários mínimos, o que equivale a 3 597 reais. Parece ruim, mas é bem pior. Na prática, quase ninguém consegue se aposentar com esse valor.

Leia mais...

Novas regras para o consórcio

O sistema pode custear viagens, cirurgias plásticas e até quitar financiamentos bancários

Com a aprovação da nova Lei dos Consórcios em outubro do ano passado e sua entrada em vigor no início de fevereiro, todo tipo de serviços, inclusive a escola e a cirurgia plástica, pode ser comprado por meio do consórcio. Há outras mudanças. Quem tiver um financiamento bancário poderá quitar o débito usando o consórcio. Para isso, é preciso obter a carta de crédito por sorteio ou lance. É imprescindível também que o bem financiado esteja no nome do consorciado. Além disso, o financiamento e o consórcio têm de ser do mesmo tipo de bem. Por exemplo, se o fi nanciamento a ser quitado é de um automóvel, o consórcio também terá de ser de um carro.

Leia mais...

Saiba como funciona o seguro de viagem

Pensar em contratar um antes de viajar para fora do país pode poupá-lo de dores de cabeça e prejuízos financeiros durante as férias

Na hora de viajar, é imprescindível uma boa organização, seja para as férias em família ou uma viagem com mochilão sem rumo. Se o destino escolhido for fora do país, o planejamento deve ser redobrado, já que nem sempre os seguros contratados no Brasil terão valor.

Leia mais...

Especialista lista pontos que devem ser observados com atenção pelo consumidor antes de contratar o serviço

Ter ou não um plano de saúde não é uma trivial. Não contratá-lo implica no risco de ter que enfrentar as filas e o atendimento ruim do serviço público ou então desembolsar o dinheiro necessário para arcar com os custos altos de hospitais particulares, laboratórios e consultórios médicos. Já permanecer segurado ao longo da vida significa gastos cada vez maiores porque os valores cobrados das pessoas mais velhas é bem maior.

Leia mais...

Mais Artigos...

Página 1 de 2

<< Início < Anterior 1 2 Próximo > Fim >>